sexta-feira, 4 de outubro de 2013

 
 
GLORIOSA
 
 



 
 

A GLORIOSA, LÍRIO-GLORIOSO ou LÍRIO-TREPADOR (Gloriosa superba) é uma planta fora do vulgar, oriunda de África. Tem uma textura herbácea, raízes tuberosas e flores muito decorativas. As folhas são lanceoladas, longas e brilhantes e apresentam uma modificação curiosa nas extremidades, que se transformam em gavinhas, o que permite a fixação e a ascensão da planta sobre qualquer suporte a que se possa agarrar, por vezes agarrando-se a ela própria com toda a força, ou ao exemplar a seu lado, como se pode ver nas fotos acima.

 

 
 



 
 
Tem um crescimento rápido nos meses quentes, podendo atingir até 2 metros de altura. As flores que são o espectacular encanto deste Lírio, surgem durante o Verão e têm uma característica muito peculiar: as sépalas, em tons alaranjados e vermelhos, quando começam a abrir viram-se para trás, expondo os ovários e estames, como se as flores estissem viradas do avesso, facto que também se pode observar nesta sequência fotográfica feita ao longo de um mês, desde o aparecimento das folhas-gavinhas até ao pleno desabochar das flores. No Inverno a planta entra em repouso e perde a folhagem. Neste período os rizomas podem ser removidos e separados, para serem replantados na Primavera seguinte.
 
 
 
 
  
 
 
A Gloriosa tanto se dá em solos bem drenados, leves e enriquecidos com matéria orgânica, como em vasos e floreiras, exigindo, porém, sol pleno ou meia sombra e regas regulares. Não precisa de ser podada.


 
   
Este ano já apareceram dois exemplares, o que quer dizer que o rizoma inicial se subdividiu no vaso onde se encontra e uma outra plantinha já vem a aparecer, mas só para o ano dará flores. Além da subdivisão dos rizomas a Gloriosa também se multiplica por sementes, as quais se assemelham, pela cor e forma, a pequenos grãos de romã. Mas na multiplicação por sementes este Lírio demora mais tempo a florir, por ainda não ter um rizoma suficientemente desenvolvido para suportar o crescimento da planta.
 
 
 
 
Na penúltima foto vê-se, à esquerda, uma flor a começar a abrir e, à direita, uma vagem com as sementes a amadurecer, vagem que só aparece depois de a flor murchar. A última foto mostra um grande plano de uma vagem.
 
 

1 comentário:

  1. há varios anos que tenho uma que cada vez me presenteia com mais flores. É simplesmente linda

    ResponderEliminar